Últimas Notícias

acompanhe as notícias do setor contábil

O desejo de reunir e fortalecer a classe levou um grupo de contabilistas a criar a Associação dos Contabilistas de Caruaru (ACC), em 11 de junho de 1976. A ideia surgiu após um curso realizado no antigo Colégio de Caruaru a respeito do decreto-lei 1577, que, na época, tratava sobre mudanças na correção monetária. A participação de 30 contadores no evento mostrou que a categoria precisava manter-se unida.

 

A partir daí a ACC foi se desenvolvendo e conseguiu congregar um grande número de profissionais para a época. A sede até hoje funciona no Edifício Antônio Lagos, na Rua Alberto Guilherme, no Centro de Caruaru. Em 1981, a associação abrigou em sua estrutura a sede da delegacia do Conselho Regional de Contabilidade (CRC) em Caruaru.

 

Devido ao seu crescimento, em 2000, a ACC passou a ser denominada Associação dos Contabilistas de Caruaru e Agreste de Pernambuco (Accape). Nessa mesma época, a entidade também se abriu para os estudantes de contabilidade, que puderam se associar e usufruir a rede de serviços oferecida pela Accape, como descontos nas faculdades. Hoje a associação possui como sócios contadores, técnicos em contabilidade e estudantes.

 

Presidente

Roberto Cesar Correia Gomes

 

Vice-presidente

Aldene Ribeiro de Lira

 

1º Secretário

Jonas Emanuel Sena da Silva

 

2º Secretário

Maria do Socorro Silva Santos

 

1º Tesoureiro

Eriko Caruso de Melo Veras

 

2º Tesoureiro

Deyvison Alembergue Tabosa de Queiroz

 

Conselho Fiscal

Humberto Jorge Veras de Araújo

José Otávio Ferreira de Melo

Elizabete Maria do Nascimento

 

Suplentes de Conselho Fiscal

Maria da Penha Souza

Erivaldo Pinheiro de Santana

Wellma Maria do Nascimento Carvalho

 

Departamento de Eventos

Maria de Fátima do Nascimento

Genicleison Edson Ramos

Zaldo Venâncio Tabosa

 

Nossos Ex-Presidentes


Edson Melo

Gestão de 1976 a 1980
“A partir do surgimento da Accape pudemos a congregar os contadores, a promover reuniões, simpósios, começamos a trocar idéias entre os contadores. Depois de anos, a associação cresceu e me sinto satisfeito em ter participado dessa pedra fundamental. Ela tem uma grande importância em dar conhecimento para quem está iniciando e ensinar os valores éticos da profissão“
     

Severino Montenegro
Gestões de 1982 e 1985
“Com a criação da associação conseguimos juntar toda a categoria, melhorar o nível profissional com cursos e palestras e assim aperfeiçoar a mão-de-obra qualificada da cidade”
     

Joaquim Anselmo

Gestões de 1983 a 1984 e 1993
“Fazer parte da Accape significa o fortalecimento de uma classe, porque nenhum profissional consegue fazer algo sozinho. Uma das principais vantagens do associativismo é poder reivindicar em conjunto diante das repartições e também a troca de informações para o crescimento profissional. A Accape, como entidade de classe, é hoje essencial para o desenvolvimento da contabilidade, tanto do ponto de vista de capacitações, quanto do apoio que dá a profissionais que estão iniciando a carreira”
     

Arary Marrocos

Gestão de 1986
“É muito importante ter participado da Accape, pois a união entre os membros de uma determinada classe é fundamental para o crescimento da mesma. Uma pessoa sozinha consegue muito menos do que um grande grupo reunido. A Accape repassa um volume grande de informações, atualizações para a categoria. A contabilidade está muito dinâmica e ela tem papel fundamental nessa atualização “
     

Luiz Queiroz

Gestão de 1994 a 1995
“Quando eu cheguei, fazia 10 anos que a Accape estava inativa e quase não havia representatividade. Foi quando tomamos à frente da presidência, sai convidando pessoalmente os contadores. Foi formada uma diretoria com mandato tampão e em dezembro fizemos a eleição. Passamos mais um ano na diretoria. Fizemos o convênio com a Unimed e com farmácias. Em menos de 8 dias à frente da Accape conseguimos reunir mais de 200 pessoas em um curso realizado pela Sefaz sobre o novo sistema de apuração do ICMS. Devido ao curso, conseguimos trazer o encontro nacional de contabilistas para caruaru em 1994. As portas se abriram para a Accape.”
     

Benício Lopes

Gestão de 1996
“Participei da diretoria durante 13 anos. Foi um enriquecimento muito grande em todos os sentidos, principalmente em relacionamento com os colegas e em contribuir com o desenvolvimento da classe. Começamos a reivindicar benefícios em conjunto para a classe e cada colega que foi chegando foi acrescentando para fazer com que a Accape fosse hoje o que ela é em estrutura e em número de associados. Em novembro de 1996, Fizemos um curso de extensão em Ciências Contábeis em parceria com a Accape, Secretaria Municipal de Educação, Sebrae e UFPE, que foi o embrião para a futura criação dos cursos de graduação em Caruaru”
     


Josemi Sidney

Gestão de 1997

“Em nossa gestão, fizemos a adequação no estatuto da Accape, incluindo o aumento do período do mandato do presidente de um para dois anos. A Accape para o profissional é um referencial, tanto no compromisso como os profissionais, quanto nas parcerias com as entidades públicas”
     

Solange Barros

Gestão de 1998 a 1999
“A Accape representa um marco na história dos profissionais da área contábil de Caruaru e região, pois é um canal de aperfeiçoamento profissional, convivência social, unindo talentos e somando sucesso para nossa região.”
     

Michel Jean

Gestão de 2000 a 2001
“Foi bastante importante ter sido presidente da Accape, pois tive a oportunidade de evoluir como pessoa e como profissional. Na gestão, criamos o jornal da Accape, realizamos cursos e palestras para mais de 1.400 pessoas. Aumentamos de forma significativa o número de associados e criamos condições para que a Accape fosse conhecida externamente. A Accape é uma instituição de relevantes serviços prestados à cidade e para a categoria é uma entidade consolidada e representativa”
     

Valdenilson Dias

Gestão de 2002 a 2003
“Foi uma satisfação ter participado da diretoria da Accape. Ela é almejada por todos os sócios porque só se aprende coisas boas na entidade. O tempo em que passei foi muito gratificante, pois conheci novos amigos e fiquei com vasto conhecimento de pessoas e entidade. A Accape representa um marco na história dos contabilistas de Caruaru e completa 32 anos de glórias. É uma entidade muito bem vista e traz muitos benefícios para a sociedade”
     

Carlos César

Gestão de 2004 a 2005
“Toda forma de associativismo é importante, pois leva à agregação de valores. Conseguimos colocar a Accape dentro de um contexto empresarial, dando a ela uma maior visibilidade, principalmente através de parcerias com outras entidades. Nós conseguimos ampliar o número de sócios e ampliamos também o auditório. A Accape só veio agregar para a categoria na região. Fiquei muito satisfeito em dar minha parcela de contribuição à entidade.”
     

Christian Marcelo

Gestão de 2006 a 2007
“A Accape já tem hoje um nome que é capaz de representar bem a categoria em qualquer lugar. Só tive boas referências do trabalho da associação. No período em que estive à frente, consegui aumentar a base de pagamentos dos associados em 75%, fizemos a modernização do auditório e a realização do curso “Contabilizando o sucesso”, para a emissão de cartão de certificação digital. Meu ingresso na Accape como associado e como presidente está intrinsecamente ligado ao meu pai (José de Lima, presidente em 1981), pois ele falava muito bem sobre a Accape”
     

Bernardo Cysneiros

Gestão de 2008 a 2009
“A nossa gestão foi marcada pela ética profissional e muito trabalho em prol do crescimento da classe contábil na cidade. Quando fui convocado pela categoria para assumir o cargo de presidente da Accape procurei formar uma diretoria com jovens e profissionais mais experientes, que têm trabalho reconhecido pela sociedade caruaruense. Definimos metas, através de planejamentos estratégicos, que apontavam investimento tanto na área profissional como também na área social. E depois de toda uma reestruturação interna, partimos para os projetos de melhoria profissional com palestras e cursos voltados para a área”.
     

Nossos cursos

Boletim Accape